Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Style You

Por João Miguel Barbosa

O Casaco de Ganga

O Casaco de Ganga é já considerado como uma peça básica de qualquer guarda-roupa.

 

Bastante versátil, pode compor diferentes visuais e para diferentes situações.

 

A ter em conta as principais dicas:

Com Vestidos florais ou estampados (curtos ou longos):

- O casaco de ganga torna-se aqui um complemento que não precisa combinar com a cor do vestido

- Os acessórios podem ser neutros ou em cores presentes nos padrões

 

Com calças de fato:

- Sem a pretensão de ser um visual muito sofisticado, já que a ganga vai quebrar um pouco a formalidade

- Preferir calças pretas ou brancas, com camisas e/ou tops, combinados com o casaco de ganga

- Um acessório em tons metalizados dá um toque especial a este tipo de visual

 

A ganga mais escura e com lavagens mais tradicionais torna-se mais democrática, pois combina mais com as ocasiões noturnas. Já os tons mais claros e com lavagens mais ousadas, conferem mais informalidade, melhor para situações informais durante o dia.

 

A combinação ganga com ganga é muito perigosa e não deve ser feita com a pretensão de formar um conjunto. Neste caso, é melhor que sejam de tons diferentes, preferencialmente sem lavagens muito marcadas.

 

A usar com as mangas dobradas ou apenas como uma sobreposição.

 

O casaco de ganga é sobretudo uma peça bastante versátil, ideal para vários visuais, desde os muito básicos aos tradicionais e não esquecendo os mais ousados!

 

Style you

News

newbalance.jpeg

A New Balance aposta em calçado híbrido entre mocassim e tenis.
 
Esta nova aposta está a gerar debates nas redes sociais sobre a viabilidade do modelo no dia a dia e a colaboração com Junya Watanabe promete não ficar apenas nas passarelas.
 
Apresentados pela primeira vez em janeiro durante na Paris Fashion Week durante a temporada de Inverno 2024, por meio de uma colaboração com o designer japonês Junya Watanabe, o modelo de mocassim 1906L da New Balance está já a ser chamado na internet como o ‘‘ugly shoe’’ do momento.
 
Assim como os "sapaténis" lançado pela Prada no final dos anos 1990, o 1906L aposta num design não convencional que é uma mistura da silhueta tradicional de tênis New Balance com a estrutura de um sapato mocassim.
 
O The New York Times descreveu o modelo como “a meme first and a viable footwear option second’’. No entanto, em press release divulgado pela New Balance, a marca descreve o calçado como uma fusão entre o desporto e luxo.

News

Mess VNTG.jpg

A Mess VNTG abriu as portas do seu primeiro espaço físico no passado mês de abril, no número 103 da rua de São Marçal, em Lisboa, com uma seleção de roupa, acessórios e sapatos que vai dos anos 60 aos 2000. 

 

No novo espaço lisboeta vintage podem encontrar-se casacos da Varsity ou Robert Graham, calças da Dockers, blusas da Dirndl.com, sweatshirts da Desert Raine, para citar algumas marcas disponíveis.

 

Tudo passa pelas mãos da mentora Sofia Santos que pretende ir mais longe nas suas escolhas, levando também à Mess VNTG música ao vivo, tatuagens e colaborações com outras marcas de roupa acessórios. “Temos uma cave bastante espaçosa e quero aproveitá-la para ajudar pequenos negócios”, confessa à NiT.

 

Formada em Conservação e Restauro, Sofia Santos dedicou-se durante anos à sua arte dando o salto para a moda durante a pandemia. 

 

Desde sempre apaixonada pelo traje e História da Moda, como a própria formação sugere, Sofia foi assim colecionando vestuário e outros itens vintage que jamais chegou a usar por não se enquadrarem no seu estilo, deixa escapar.

 

Na altura do confinamento, surgiu a ideia de levar mais longe esta sua coleção particular, revelando-a e comercializando-a. Mais recentemente, neste pequeno espaço de 55 metros quadrados, com propostas masculinas e femininas.

(notícia FashionNetwork)

As Sandálias Rasas

Moda também é sinónimo de conforto e por muito tempo somente as sandálias de salto alto eram consideradas elegantes, no entanto, as sandálias rasas também cumprem muito bem esse papel.

 

Práticas e óptimas para serem usadas durante os dias mais quentes, as sandálias rasas ganham cada vez mais destaque no guarda-roupa feminino. São opções versáteis, charmosas e cheias de estilo e que podem ser usadas em qualquer situação.

 

No entanto a dúvida surge, quais sandálias escolher e para que situação - a saber:
- Com pedrarias:
Óptimas para as mulheres de estilo elegante. Uma óptima dica é escolher um modelo que deixe o pé bem à mostra, ideal para serem usadas com macacões, calças largas e saias.

 

- Metalizadas:
As sandálias rasas metalizadas podem tornar-se o ponto de destaque do visual. Estes modelos combinam com visuais com tons neutros. Combinar com jeans e peças mais despojadas e para o fim-de-semana.

 

- Com atilhos:
Para quem não abre mão do conforto e do estilo, este tipo de sandália é uma óptima opção. Combinar com saiais e vestidos, para manter o visual bastante feminino. Outra combinação possível é com calças que deixam o tornozelo mais à mostra, criando assim um visual mais urbano e delicado.

 

E quais ocasiões são ideais para usar as sandália rasas? Todas! Isso mesmo, este calçado combinado com as peças certas deixa o visual incrível, confortável e cheio de personalidade.

 

Contudo e para o trabalho convém ter em atenção se o ambiente é informal e descontraído.

- Algumas dicas para quem gosta de usar sandálias rasas no trabalho:
Combinar com peças de alfaiataria, como um colete,camisas ou calças de fato e usar acessórios delicados.

 

Outra boa opção é usar peças de roupa com comprimento médio, como saias e vestidos pelo tornozelo. Por exemplo, usar uma saia e combinar com umas sandálias rasas de cor mais neutra - a dica é deixar a peça de roupa protagonizar o visual.

 

Style you

Swatch Art Journey

Swatch.jpg

Este ano, a Swatch estabeleceu uma parceria com as mundialmente famosas Galerias Tate para levar mais arte a mais pessoas através da Swatch Art Journey deste ano, com uma nova gama de obras-primas para o teu pulso.

 

A Coleção Swatch x Tate Gallery reflete a essência da marca Swatch de uma forma que nenhuma das suas colaborações artísticas o fez antes. A nossa parceria representa uma viagem através do tempo, do género e da expressão pessoal. Os icónicos artistas e as obras únicas escolhidas para a coleção deste ano refletem a inovação, a provocação positiva e a alegria de viver pelas quais a Swatch é conhecida.

 

A Swatch é também conhecida pela sua relação de amor de longa data com a arte, levando mais arte a mais pessoas e dando aos utilizadores o tempo para se expressarem através da sua incomparável gama de relógios inspirados na arte. A Tate é o parceiro perfeito, conhecida pelas suas coleções que abrangem épocas e géneros e pelo exclusivo programa Tate Modern Lates, que convida todos a fazerem parte da vida do museu.

 

Ao criar obras-primas para o pulso, a Swatch está a dar aos utilizadores o tempo para se expressarem através da sua escolha de relógio, tal como os artistas se expressaram através das suas obras, para se ligarem aos outros e iniciarem as suas próprias conversas.

 

A Swatch convida-te a dedicar algum tempo à tua obra de arte, junta-te a nós na Swatch Art Journey 2024 e vê onde te leva.

(Notícia Swatch)

Como Escolher o Sapato Ideal

É bastante importante saber escolher e comprar o tamanho correcto dos sapatos, para que não se chegue a casa com calçado nada cómodo e que estes acabem por ficar num recanto do armário.

 

A ter em conta as principais dicas:

– Considerar as diferenças entre os sapatos:

A ter em conta que um par de sapatos sempre será diferente do outro. Os tamanhos dos sapatos podem variar dependendo da marca e do seu país de fabricação, por isso, não optar por estes, somente porque determinado sapato que se possui tem o tamanho 36, porque as outras marcas e modelos podem ser do tamanho 38 ou inclusive 34. A ter em consideração que um pé é delicadamente maior do que o outro e neste caso deve-se optar pelo tamanho maior.

 

- Medir bem o pé e o tamanho do sapato:

Medir os pés, pelo menos duas vezes por ano, para ver se não ocorreram mudanças no seu tamanho, já que devido a uma gravidez eles podem estar mais gordinhos do que o normal ou mais finos, caso se tenha emagrecido. Calçar os sapatos, ficar de pé e dar quanto passos se achar necessário - ajuda bastante para se ter a noção se os sapatos são cómodos!

 

– Procurar um arco de sapatos adequados:

Esta é uma dica para aprender a comprar sapatos de salto alto. Para melhor saber se os sapatos são ideais, devem-se calçar e tentar levantar a ponta dos dedos dos pés. Se não se conseguir fazer isso, o arco é muito elevado e os sapatos podem vir a causar sérios problemas.

 

– Não comprar sapatos muitos justos:

Deixar sempre um pequeno espaço na ponta dos dedos - aproximadamente 1,5cm: isso evitará que se tenha problemas de circulação, problemas nas articulações ou de se sofrer de alguma deformidade.

 

– Preferir o cómodo ao número:

Não se ter receio de comprar somente pelo número dos sapatos -  por mais que um número 40 possa ser assustador, se for o que deixa os pés confortáveis não pensar duas vezes em escolher um sapato com este número -  um sapato de tamanho incorrecto além de feio, ainda poderá causar alguns problemas.

 

Style you

News

+351.jpg

A marca +351 abriu a sua primeira loja no Algarve.

 

Nascida em Lisboa em 2015, a marca de moda +351 tem apostado desde então numa presença física concentrada na capital. Agora, com o aproximar da estação quente, a empresa deu salto para o Algarve, inaugurando a sua primeira loja na região.

 

Para esta estreia no Sul do país, a +351 decidiu instalar-se no Quinta Shopping, em Almancil, um espaço comercial localizado à entrada do resort Quinta do Lago que se define como “um boutique mall de luxo”, no qual é possível encontrar lojas de marcas premium como Boss, Fashion Clinic, David Rosas ou Boutique dos Relógios Plus.

 

Além da nova loja em Almancil, a +351 tem duas lojas próprias em Lisboa, instaladas no Chiado e no Cais do Sodré. Adicionalmente, a marca vende as suas coleções na sua loja online e através de espaços multimarca nacionais como The Feeting Room, Be We, Caju Comporta, The Hut, Portefolio (aeroporto de Lisboa), Mau Feitio, The Life Juice ou Magic Quiver. No mercado internacional está disponível em retalhistas como a Vasquiat (Espanha), a Light Blue (Japão) ou a Le’semer (Estados Unidos). 

 

Criada há quase uma década pela designer Ana Penha e Costa, a +351 privilegia o algodão orgânico como matéria-prima, fabricando todos os seus produtos no norte de Portugal.

(Notícia FashionNetwork)